Tag Arquivos: Política de drogas

Porte de maconha: ‘Decisão do Supremo pode não ter impacto na realidade’, analisa especialista

Confira a matéria do CBN sobre a descriminalização da maconha no STF. O diretor do JUSTA, Cristiano Maronna, participou em entrevista explicando sobre o processo! https://cbn.globo.com/politica/entrevista/2024/06/28/porte-de-maconha-decisao-do-supremo-pode-nao-ter-impacto-na-realidade-analisa-especialista.ghtml?utm_source=Whatsapp&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

STF define na quarta a quantidade de maconha que diferencia porte e tráfico

O diretor do JUSTA, Cristiano Maronna questiona os efeitos da decisão do STF , em matéria para a UOLNoticias: “Vai valer ou será somente para casos futuros? Se fixarem a quantidade em 40 gramas, as pessoas presas e condenadas serão beneficiadas?” https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2024/06/25/apos-porte-de-maconha-stf-tera-de-definir-criterios-para-trafico-e-consumo.htm?utm_source=whatsapp-network&utm_medium=compartilhar_conteudo&utm_campaign=organica&utm_content=geral

Maconha foi liberada? Entenda decisão do STF sobre descriminalização

Entenda como o voto de Toffoli pode ser considerado confuso, advogados criminalistas falam sobre o tema! Confira a participação de Cristiano Maronna, diretor do JUSTA: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2024/06/25/maconha-foi-liberada-entenda-decisao-do-stf-sobre-descriminalizacao.htm

Porte de maconha: como ficam as abordagens policiais após STF fixar 40g?

Saiba mais sobre os diferentes elementos que devem ser considerados para a diferenciação entre usuários e traficantes. O diretor do JUSTA, Cristiano Maronna, afirma em entrevista que o critério de quantidade definido pelo STF não é suficiente! https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2024/06/26/abordagens-policiais-maconha-stf-descriminalizacao.htm

O STF não se deixou atrapalhar no julgamento sobre descriminalização da maconha

Confira o artigo do diretor do JUSTA, Cristiano Maronna, para a Folha de São Paulo! Cristiano avalia que a maioria do Supremo acertou o diagnóstico, mas não foi capaz de oferecer uma solução eficiente para os desafios existentes no campo do processo penal. https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2024/06/o-stf-nao-se-deixou-atropelar-no-julgamento-sobre-descriminalizacao-de-maconha.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=twfolha